©TTVerdePt (2000)   

O STRESS (*) 

Para aprendermos  a gostar do stress e a saber transmiti-lo aos que  estão próximos de nós, Roham Candappa, no  seu "Pequeno livro do Stress", refere que o STRESS sempre teve má reputação, enquanto reconhece que "ser calmo é muito bom, mas é tempo de se admitir que o stress é muito melhor".

"Stress. Será realmente uma coisa má? Ou apenas incompreendida? Talvez o seu único crime seja ter caído em desgraça devido a uma conspiração de altruístas e sentimentalistas da era "New Age". 
Bem, já chega. 

Está na hora de proclamar a mais radical das verdades filosóficas. Está na hora de admitir que o stress é uma coisa boa. Porque sem stress seremos todos muito, muito, muito simpáticos. E com uma satisfação de dar a volta ao estômago. E, para ser muito sincero, quem é que quer viver num mundo desses ?..."

E agora as sugestões de Roham Candappa para levantarmos o nosso nível de stress e "stressar" o próximo, com soluções tão simples como , por exemplo, aprender a ressonar e a chegar sempre tarde..., com algumas  adaptações a propósito :

Na Vida:

"A BOA POLÍTICA" - Seja honesto, Sempre. Com todos. Acerca de tudo.

"A MELHOR POLÍTICA" - Minta. Sempre. A todos. Acerca de tudo

"CONHEÇA OS SEUS LIMITES" - Reconheça as suas limitações. Depois ignore-as.

"CONHEÇA OS LIMITES DOS OUTROS" - Reconheça as limitações dos outros. Depois atire-lhas à cara.

"SEJA RUDE" - Pratique a rudeza, não só para fazer os outros sentirem-se mal, mas para se sentir mal consigo mesmo. 

"FIQUE COM OS LOUROS" - Fique com os louros de êxitos que não têm nada a ver consigo. 

"PRESUNÇOSO COMO UM INSECTO NUMA MANTA" - Seja presunçoso. Os presunçosos são verdadeiramente chatos. Ninguém gosta deles. De facto, os antropologistas descobriram que em todas as sociedades, em todo o mundo, os presunçosos são odiados. 

"A SUA BARRA TRANSVERSAL É MUITO BAIXA?" - Costuma ser muito difícil viver à altura dos ideais que  estabeleceu para si próprio. Mas às vezes consegue-se. Para assegurar que isso nunca acontecerá, tenha o hábito de subir constantemente o nível desses ideais. 

"QUEBRAS DE COMUNICAÇÃO" - Se está stressado, certifique-se de que o comunica a toda a gente ao seu redor. Não tardará a que fiquem tão stressados como você.

"SE EU NÃO O FIZER" - Não delegue. Eles vão fazer tudo errado.

Ao Volante:

"DE VERDE A VERMELHO" - Quando for o primeiro carro parado no vermelho, saia e ponha-se a estudar um mapa. Tente perder pelo menos duas vezes a luz verde. 

"NÃO MUDE" - Nunca tenha a mudança certa para nada.

"PONHA-OS DOIDOS" - Salte sempre bichas quando conduz. Use sempre as faixas dos autocarros. 

"ESTACIONAMENTO AUTOMÓVEL" - Quando sair do carro, se vir a hipótese de enfaixar alguém, por estacionar demasiado perto de outro veículo, aproveite.

"LIGUE, ACENDA" - Ligue e acenda todos os acessório da sua viatura. Nunca desligue nada.

"A ÚLTIMA PALAVRA" - Certifique-se de que tem sempre a última palavra. Suba a parada fazendo com que essa última palavra seja "idiota" ou outra qualquer de significado equivalente.

* Roham Candappa - O pequeno livro do STRESS 
   © Publicações D. Quixote, L.da (2000)

Comentários para   contacto@ttverde.com 

 

 

0

 

 

 

 



O canal do Tempo, de Luís Sanches  [xiritung@clix.pt]
InforTempo

Pesquisar o TTVerdePT


 

 
 

Pesquisa Naturlink



 

Contacto webmaster@ttverde.com