©TTVerdePt (01-12-2000)   

Eventos



LOUCOS POR TERRAs de ENTRE DOURO E TÂMEGA


A secção todo-o-terreno do Grupo Desportivo e Cultural dos Trabalhadores da Brisa – os Loucos Por Terra, realizou em 25 de Maio de 2002 mais um passeio desta feita pelas Serras do Marão e Aboboreira, proporcionando aos cerca de 60 participantes distribuídos por 24 jipes, inscritos no passeio todo-o-terreno denominado Entre Douro e Tâmega, um agradável passeio em ambiente descontraído e de agradável convívio.
Apesar de na sexta-feira o dia ter estado muito cinzento e chuvoso, trazendo bastante apreensão aos organizadores por estar prevista a realização de um Pic-Nic, o dia de sábado apresentou-se solarengo salpicado por algumas nuvens que felizmente não carregavam chuva.



Após o Briefing e entrega de Road-Books na concentração no parque de estacionamento do Intermarché de Penafiel, os aventureiros dirigiram-se em caravana pela A4/IP4 em direcção à Pousada de S. Gonçalo onde se iniciavam os 45 Kms da Etapa matinal. Esta seria a etapa com maior grau de dificuldade onde os corta-fogos e as longas subidas e descidas de forte inclinação, algumas com muita pedra solta, animaram os amantes das dificuldades. Os que vinham em busca das paisagens deliciavam-se com o contraste do cinzento do granito e os violetas e amarelos da urze e da carqueja. A imponência dos contrastes deixava a todos extasiados e as paragens para tirar “aquela” fotografia sucediam-se.



A meio do percurso da manhã a organização serviu um Porto de Honra na Srª do Marão para recuperar das vertigens e preparar os estômagos para o porco assado do almoço. Ainda antes de chegar ao local onde seria servido o almoço, a organização tinha previsto como alternativa a descida de um corta-fogo de forte inclinação (30º a 35º e que na altura do briefieng tinha sido desaconselhado aos participantes cujos jipes não estavam equipados com pneus de tracção), não só foi descido por grande parte dos jipes se bem que com muitas atravessadelas na parte final felizmente sem consequências a não ser alguns sustos aos “mirones”. Não satisfeitos com a emoção da descida houve ainda alguns que tentaram a sua subida, tarefa essa que se veio a demonstrar ser impossível. A terra solta aliada a uma inclinação muito perto dos 40º e a algumas regueiras anulou todos os esforços dos vários condutores e não foi por falta de empenho e de esforço das máquinas.



Seguindo em direcção a Candemil a paisagem transformava-se, deixando para trás o isolamento da Serra do Marão para se entrar numa zona mais povoada, onde a travessia de aldeias se ia sucedendo.

O almoço, tipo Pic-Nic, teve lugar no parque de merendas gentilmente cedido pela Junta de Freguesia de Candemil, localizado em plena Serra e envolto de uma paisagem soberba. O porco assado no espeto, o arroz de feijão e o excelente vinho tinto aliados à paisagem “impedia” a vontade dos participantes em prosseguir o Road-Book em direcção à Serra da Aboboreira.



Depois de muita insistência lá se conseguiu ultrapassar a preguiça e lá se iniciou o ataque aos pisos rolantes da etapa da tarde, alguns deles muitas vezes percorridos pelos bólides do Campeonato do Mundo de Ralis, quando troços como Carvalho de Rei e Aboboreira faziam parte das etapas do já saudoso Rali de Portugal.



A tarde acabou em Vila Boa de Quires junto às Obras do Fidalgo, com uma prova de vinho verde da Casa de Vila Boa gentilmente oferecido pelo sr Luis Lencastre, proprietário da famosa casa e produtor de excelente vinho verde. O Moto Clube de Vila Boa de Quires tinha preparado a sua pista de motocross e rallicross para que os participantes a pudessem percorrer fosse em velocidade fosse aproveitando os obstáculos existentes. Ninguém se fez rogado e a certa altura mais parecia tratar-se de uma prova de velocidade TT, de que um simples passeio familiar, tal o entusiasmo com que alguns condutores enfrentaram a pista. Tudo isto em total segurança não se registando casos de excessos nem de competição entre jipes.
Depois deste divertimento havia que rumar a Penafiel para o jantar de encerramento. Esta ultima ligação foi algo atribulada porque foi necessário proceder a alterações de ultima hora ao percurso, primeiro por causa de uma festa em Vila Boa de Quires e depois pela presença de GNR-BT mesmo em cima de uma nota do Road-Book, o que fez com que muitos participantes se perdessem. Mesmo assim todos atingiram o objectivo final – o jantar convívio onde foram entregues alguns brindes, menos dos que a Organização esperava entregar, uma vez que das Câmaras contactadas não se recebeu apoio. Serão já os sinais da contenção das despesas do Estado?

Por parte dos participantes ficou patente em participarem no próximo passeio que o GDCTB-Loucos Por Terra está já a preparar para as Terras Altas do Nóbrega a realizar em 28 de Setembro entre Ponte da Barca e Ponte de Lima.


Click, para ver o álbum completo


Texto: Miguel Pedro Lobão
Fotografias: Paulo Silva



Efectuamos a divulgação gratuita de eventos de Todo-o-Terreo que se enquadrem no espírito do TTVerdePT, desde que os seus promotores nos forneçam atempadamente os elementos necessários à apreciação e elaboração da respectiva noticia. 

O TTVerdePT declina qualquer responsabilidade respeitante aos elementos divulgados, que serão sempre da responsabilidade dos organizadores.

TTVerdePT
Álvaro Oliveira


Distinções Janeiro 2001


 


 

Pesquisa

 

 

Pesquisa Naturlink

 


 

 

| 1ª página | Eventos | Opinião | Noticias | Citações | Álbum | Arquivo | Contacto | Links | Associações | Clássicos | Zaping | News|