©TTVerdePt (01-12-2000)   

@Contacte-nos  com a sua opinião, que nós colocamo-la on-line* 


----- Original Message -----(Msg #075)
From: Gabinete de Imprensa [mailto:gai-cmb@vizzavi.pt]
Sent: segunda-feira, 27 de Maio de 2002 10:16
To: webmaster@ttverde.com
Subject:
Resposta ao senhor Bernardo Feio 


Caro amigo Bernardo Feio:

A organização do IV Passeio Todo-o-Terreno "Caminhos da Carne Barrosã", respondendo às suas considerações, tece apenas o seguinte comentário:

Em primeiro lugar, houve o cuidado de elaborar um road-book onde o Passeio TT fosse o verdadeiro contemplado. O percurso definido pela organização tinha um grau de dificuldade muito baixo, sendo cumprido, inclusive, por veículos ligeiros, sem qualquer apetência para o Todo-o-terreno. Cumprindo este percurso, foi possível aos participantes vislumbrarem algumas das mais belas paisagens de "Trás-os-Montes", que transmitem uma serenidade e uma paz de espírito ímpares.

Ao mesmo tempo, e pensando nos adeptos que gostam de emoções mais fortes, experimentando desafios que fazem aumentar a adrenalina de qualquer um (e, como compreende, temos que agradar a "gregos e troianos") a organização programou uma série de alternativas ao road-book, essas sim, de maior grau de dificuldade, que só foram seguidas por aqueles que o entenderam fazer. De lembrar apenas que, à entrada para qualquer uma dessas alternativas estavam pessoas da organização, que explicavam o grau de dificuldade do percurso e aconselhavam alguns participantes a não o cumprirem. De facto, algumas alternativas houve que, pelas dificuldades acrescidas que trouxeram, acabaram por ser anuladas no road-book.

Quanto aos "capotanços", eles acabaram por surgir em diferentes partes do percurso e tudo por causa dos participantes não querem seguir as indicações da organização. É claro que a integridade física dos restantes participantes foi preservada, impedindo que eles pudessem cumprir as alternativas onde os incidentes (de menor monta) se registaram.
Quanto às "mazelas" (tal como diferenciais partidos e chapa amolgada) a que no texto fazemos referência, elas acabaram por ser um reflexo do "exagero (que reconhecemos) de alguns participantes, que quiseram testar ao máximo as capacidades das suas máquinas.

Entendemos as suas considerações como genuínas e aceitamo-las de bom grado, mas pretendemos ressalvar aqui o papel da organização, que nunca por nunca poderá ser apontada como causadora de tais incidentes. Muito antes pelo contrário, sempre os procurou evitar, procurando arrefecer o entusiasmo mais exagerado de alguns participantes.

Queira aceitar os nossos cumprimentos,
A organização do "Caminhos da Carne Barrosã"

Nota TTVerdePT:  
Neste momento, cumpre-nos apenas agradecer ao Gabinete de Imprensa da Câmara Municipal de Boticas e à
organização do "Caminhos da Carne Barrosã", a gentileza da resposta com o  respectivo esclarecimento, assim como a  rapidez com que nos foi transmitida.

Cordiais Saudações,

Álvaro Oliveira
(27.05.2002)


Contactos



Topo da página

* O conteúdo das  mensagens é de inteira responsabilidade dos seus autores e a sua publicação não significa obrigatoriamente a concordância dos responsáveis pelo TTVerdePt pelo seu teor.

O TTVerdePt reserva-se o direito de não publicar mensagens que considere  menos adequadas ou ofensivas.


Distinções Janeiro 2001


Pesquisa


 

Pesquisa Naturlink



| 1ª página | Eventos | Opinião | Noticias | Citações | Álbum | Arquivo | Contacto | Links | Associações | ClássicosZaping | News|