©TTVerdePt (01-12-2000)   

Noticia - divulgação

Projecto Jovens Repórteres para o Ambiente 
Associação Bandeira Azul da Europa/ FeeePortugal 


Coordenador: Margarida Gomes. 
Apoios: IPAMB , IIE, DES, DRA Açores; Agência Para a Energia (AGEEN); Sociedade Ponto Verde; Jornal Correio da Manhã; Para Rede. Um conjunto de entidades locais apoiaram ainda a Missão organizada este ano lectivo no Algarve. 

JRA: investigação, ambiente, jornalismo, comunicação, internet
Este projecto, desenvolvido pela Fundação para a Educação Ambiental na Europa em destina-se fundamentalmente aos estudantes do Ensino Secundário e pretende preparar os jovens para exercerem uma cidadania activa. Os estudantes investigam e interpretam questões ambientais como se fossem jornalistas, reforçando os seus conhecimentos no domínio do Ambiente, das línguas estrangeiras e das novas tecnologias e técnicas de comunicação. 
Para aderir ao projecto JRA a escola terá que disponibilizar à equipa participante (alunos e professores) acesso fácil à Internet, estabelecer uma parceria com um órgão de comunicação social (local, regional ou nacional) e propor um projecto de investigação jornalística, no âmbito dos temas dos Fóruns: Agricultura; Ambiente Urbano; Água; Energia; Resíduos; Zonas Costeiras. 
O Projecto cria a possibilidade de se estabelecerem laços entre os JRA, quer ao nível nacional (nível1) quer ao nível europeu (nível 2) , entre os 13 países actualmente participantes da rede, dado que parte do trabalho é desenvolvido conjuntamente por grupos de escolas. Nesse sentido é mantida actualizada uma homepage www.youngreporters.org de âmbito europeu e outra nacional www.abae.pt, que funcionarão como portas de acesso à informação do Projecto. 

A Coordenação Nacional do Programa consta de: 
- contacto com as escolas e fornecimento de informação, formação e outras formas de apoio solicitado 
- incentivo à utilização da internet e à troca de ideias e experiências entre as diversas escolas da rede quer através da página oficial do Projecto, quer recorrendo a outros meios como e-mail, chat, etc. 
- organização de um Seminário Nacional com o objectivo reunir os professores coordenadores do Projecto, debater as estratégias e metodologias do Programa, e aprofundar temáticas de trabalho. Visa-se desta forma incentivar a comunicação, possibilitar uma partilha de objectivos comuns e a troca de experiências 
- organização de “Missões Internacionais” destinadas exclusivamente a alunos, com a duração de cerca de 5 dias. Os estudantes seleccionados de entre as escolas envolvidas, participam como “enviados especiais” numa pesquisa jornalística produzindo diariamente despachos noticiosos difundidos para a imprensa local e regional e via internet, sobre o local de exemplo ambiental que visitam. As Missões proporcionam aos estudantes a percepção da dimensão global dos problemas ambientais investigados ao nível local. 
- organização de um Concurso que pretende premiar o melhor artigo realizado no âmbito do projecto. Este concurso tem decorrido a nível europeu para as escolas que participam ao nível 2, decorrendo também pela primeira vez no ano lectivo 2001/2002 a nível nacional.

 


Topo

 


Distinções Janeiro 2001


Pela prática do Todo-o-Terreno,  enquanto actividade lúdica, de evasão e desafio, empenhada na preservação do  património Humano, Cultural e Histórico.


  

Pesquisa Naturlink


| 1ª página | Opinião | Noticias | Citações | Álbum | Arquivo | Contacto | Links | News|